Good Vibrations

5 Nov

Temos a liberdade de tudo ver e também a de escapar a nos ligarmos ou responsabilizarmos por algo. A consequência de viver assim, recorrendo a uma expressão da contabilidade, é uma espécie de “lucro cessante”, através do qual perdemos por deixar de fazer algo (por exemplo, ter um andar para alugar e não o alugar). Viver como espectador tem essa consequência. A perda está precisamente no que podíamos ter feito e não fizemos, porque tudo serve para nos entreter mas sem nos implicar.

Este trabalho de Jérémy Clapin, realizado para o Responsibility Project, uma comunidade on-line que troca experiências e divulga material diverso,encorajando a responsabilidade para com os outros, ilustra-o com humor e realismo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: