Ideografia do canto das aves

7 Out

de Malcolm Sutherland (2005)

Nós falamos, cantamos e até gritamos uns para os outros. Tal como eles.
Que dizem? Malcolm Sutherland parece saber alguma coisa e transcreve as mensagens que cada um dos pássaros das redondezas lhe deixa no atendedor de chamadas. Depois, a escrita emancipa-se da mão, flui ao ritmo do canto e enche páginas que escurecem em mares de tinta a acompanhar a noite ou clareiam ao definir as formas da cidade no alvorecer. Como tantas vezes acontece, sem agradecermos como deve ser ou corrermos a anotar-lhes a voz.

Anúncios

3 Respostas to “Ideografia do canto das aves”

  1. Lupe Ludonato 07/10/2009 às 11:43 #

    Sempre fiquei curioso… por saber onde é que este blogger encontra estes videos… E de quem copia os textos poéticos…

    • Um zero à esquerda 08/10/2009 às 9:36 #

      É muito feio ser invejoso. (citando José Gil)

      É verdade, fui apanhado. A única coisa decente a fazer é contar a história, copiando-a de preferência de algum lado.

      A verdadeira história dos vídeos em 2ª mão, mas como novos
      Os melhores vídeos são do Vimeo e, um ou outro, do YouTube, mas ainda assim, e uma vez que não reparaste, vou contar-te uma coisa de que me dei conta há algum tempo. Os melhores carros, as melhores jóias e até as melhores pessoas são normalmente menos vistos. Partindo dessa constatação, escrevo nos critérios de busca “filmes menos vistos”. Como resulta bem, passei a aplicar o princípio a quase tudo o que escolho.

      A partida que me pregaste com essa dos textos poéticos
      Só Deus sabe como, para satisfazer a tua curiosidade, procurei, procurei e, se bem que encontrasse alguns textos escorreitos, poesia no blog, nem vê-la. Animado das maiores suspeitas, dirigi-me às estantes mas, todos somados e postos em fila, os livros de poesia não chegavam a um metro mal medido. Restavam as toneladas de textos “não-poéticos” com que castigo os incautos e era aí que se impunha a revelação que agora torno pública, mesmo correndo o risco de chocar alguém.

      Receita para textos de fazer raiva
      Copia-se um texto decente e cose-se com outro até aquilo ganhar um comprimento aceitável. Conseguido este efeito, a probabilidade das pessoas desistirem a meio e, com sorte, se parecer inteligente, é relativamente elevada, mas o verdadeiro segredo esconde-se no uso das “aspas”. O truque reside em citar sem aspas e colocar apenas aspas no que realmente se pensa, atribuindo a frase a um autor importante, de preferência desconhecido.

      Blografia utilizada
      Claro que um importante ingrediente da cópia, é a visita a outros blogs. Confesso que passei algumas vezes pelo teu. Sim, sou eu “o cliente mistério”. Mas, unhas-de-fome como és, nunca punhas lá nada de jeito, pelo que me tenho contentado com meia-dúzia de blogs terroristas ou militantemente anti-liberais, onde nunca encontro opiniões que te apetecesse citar. Basicamente, ou são sentimentalões que leram a “Utopia” em novos, ou, ainda mais raros, tipos em busca de restos comestíveis numa ou outra costela de Marx, das que tenha resistido menos mal ao tempo, mas nada com menos de 100 anos.

      Comentários
      Em boa verdade, é nos comentários que se pode encontrar a maior originalidade deste blog. Mas isto de os permitir a todos, é mais ou menos como ir a Fátima. Foi uma promessa que eu fiz.

  2. R.P. 09/10/2009 às 21:56 #

    Eh Eh Eh!
    Há gente invejosa… mas esses não têm o dom de fazer rir ninguém…

    Felizmente há gente talentosa como tu, para fazer sorrir e rir, rir.
    Esmeras-te na resposta…onde copiaste? deves ter tido uma trabalheira para encontrar um comentário igual com uma resposta tão bem escrita!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: